Warning: Declaration of TCB_Menu_Walker::walk($elements, $max_depth) should be compatible with Walker::walk($elements, $max_depth, ...$args) in /home/indexcam/public_html/wp-content/plugins/thrive-visual-editor/inc/classes/class-tcb-menu-walker.php on line 0
Como usar o bracketing? Aprenda com sua câmera digital

Como usar o Bracketing? Aprenda com sua câmera

By clopezso | Técnicas

Como usar o Bracketing

Como usar o bracketing. Todo fotografo sabe que na fotografia uma das coisas mais complicadas é obter uma exposição perfeita, mais ainda quando a oportunidade exige agir rapidamente.  

Afortunadamente as câmeras digitais reflex possuem funções que ajudam e facilitam a tarefa de conseguir o resultado desejado. Uma destas funções importantes como vamos ver, é o Bracketing.

1.- Que é o Bracketing e para que serve

O Bracketing é uma técnica que consiste em tirar varias fotografias do mesmo objeto, variando a exposição em cada uma delas. Portanto, obtemos varias imagens do mesmo objeto, mas que são diferentes umas das outras.

É importante salientar que quando falamos de Bracketing sem outra definição, nos referimos ao Bracketing de exposição.

Esta técnica resulta de grande utilidade quando é difícil ajustar corretamente a exposição para tirar uma fotografia.

Selecionando o modo de usar Bracketing automático, podemos configurar que a câmera tire varias fotografias cambiando o valor de exposição (EV) entre elas. Assim podemos garantir que como mínimo uma delas seja correta.    

Caso de selecionarmos o modo de usar Bracketing manual, a situação torna-se mais complexa porque exige mais tempo e o risco de perder a fotografia desejada. 

A técnica do Bracketing também é usada para compor fotografias HDR (High Dynamic Range), ou de Grande Alcance Dinâmico.

Este tipo de fotografia HDR cria-se com software de edição fusionando as partes nítidas das fotografias, criando outra nova. Assim a nova fotografia tem mais informação que cada uma das fotografias usadas na composição dela.

2.- Qual a função do Bracketing

Salvo outro tipo de definição o Bracketing refere-se à variação do valor de exposição (EV) das fotografias (Bracketing de exposição). Câmeras semiprofissionais e profissionais permitem usar o Bracketing automático para tirar três imagens:

  • Com o valor de exposição (EV) calculado inicialmente (EV 0)
  • O valor da exposição (EV) para conseguir uma imagem mais escura (-3 EV, por exemplo)
  • Valor de exposição (EV) para conseguir uma imagem mais luminosa (+3 EV, por exemplo)

A partir de elas fazer a seleção da mais agradável, ou partir para a pós-produção e trabalhar na criação de uma nova imagem HDR. 

Mas existem outras opções de Bracketing em que são modificados outros fatores da exposição, tais como:

  • Focagem
  • Abertura de diafragma
  • Velocidade do obturador
  • Balanço de branco
  • Etc.

Vejamos alguns exemplos de aplicação prática usando o Bracketing indicado, aproveitando esta técnica:

Imagem que mostra três fotos da mesma baleia, com o efeito de variar a exposição

Exemplo de Bracketing de exposição variando o valor de exposição (EV)

Estude o manual de instruções da sua câmera, e memorize as indicações para usar o bracketing, e comece a praticar com sua câmera. Este é um passo necessário porque cada câmera tem especificações algo diferentes para isso.

3.- Tipos de Bracketing

Como indicado no item anterior, há vários tipos de Bracketing que se caracterizam por usarem recursos diferentes, como vamos ver.

3.1.- Bracketing de exposição

O termo bracketing, como indicado anteriormente, refere-se geralmente a usar o bracketing de exposição. Esta técnica consiste em que o fotógrafo tira fotos com uma determinada exposição, normal, mais brilhante, e escura, para selecionar a fotografia satisfatória.

Tecnicamente, pode conseguir os mesmos resultados, combinando velocidade do obturador, abertura, e sensibilidade ISO.

A imagem mmostra o controle de tempo, diafragma e controle de exposição, controles necesários para usar o bracketing

A exposição também pode ser alterada variando o nível de luz:

  • Usando filtros cinza neutro
  • Alterando o grau de iluminação do objeto

Como a finalidade é alterar a quantidade de exposição e não o efeito visual, para compensar a exposição em objetos estáticos se altera a velocidade do obturador se for possível.

Muitas câmeras digitais podem tirar automaticamente séries de fotos com bracketing. Qualquer câmera que permita ajustar manualmente a exposição pode ser usada para criar imagens HDR.

Imagem composta por quatro fotos da mesma maqueta de um veleiro, com quatro tonalidades diferentes, como resultado de variar os ajustes  de diafragma, velocidade do obturador, e sensibilidade iso.

Exemplo de Bracketing variando a velocidade do obturador e o ISO, e mantendo abertura de diafragma

Algumas câmeras têm bracketing de exposição automático (AEB), e alcance dinâmico muito melhor do que outras, por exemplo:

  • O modelo antigo Canon EOS 40D tinha 3 EV
  • A Canon EOS 1D Mark II tem 18 EV

Bracketing de exposição é apropriado para lidar com elementos de alto contraste, ou sensores de imagem com alcance dinâmico limitado.

3.2.- Bracketing de Flash

Esta técnica trabalha com flash eletrônico, quando usado como preenchimento combinado com a luz existente, e mantendo a exposição.

A quantidade de luz fornecida pelo flash se ajusta de forma progressiva, para encontrar a proporção correta de luz ambiente/flash.

Imagem que mostra duaas fotografias das mesmas flores. A primeira com luz natural e a segunda usando flash.

Como alternativa, se a quantidade de luz do flash não se pode ajustar facilmente, também é possível variar a abertura do diafragma. No entanto, isso também afetará a profundidade de campo e a exposição à luz ambiente.

Quando usando a técnica de bracketing de flash alteramos a proporção de flash/luz ambiente, precisaremos alterar a velocidade do obturador para manter o nível de exposição.

3.3.- Bracketing de profundidade de campo 

O bracketing DOF (Deep Of Field) de profundidade de campo consiste em tirar uma série de fotos com:

  • Abertura de diafragma escalonada variando a velocidade do obturador e mantendo a exposição
  • Adaptação da sensibilidade ISO segundo necessidade

No primeiro caso mudará a desfocagem nas imagens. No segundo caso, a sensibilidade ISO pode afetar visivelmente o ruído e nitidez da imagem.

Combinando o bracketing DOF, com exposição múltipla se pode conseguir algo muito parecido ao efeito óptico Bokeh.

3.4.- Bracketing de focagem 

A imagem da tampinha à esquerda, foi tirada com f/1:8 e mostra a parte mais próxima da câmera, corretamente focalizada.

A fotografia central da tampinha mostra a parte mais distante da câmera, que está corretamente focalizada. A fotografia da direita é a fotografia HDR composta por “composição” de varias focagens.

Ou seja, uma seqüência de cinco ou seis fotografias da tampinha com focagem incremental, montadas para criar uma única imagem nítida usando software de edição (Adobe Photoshop, Aurora HDR, EasyHDR, etc.).

Se tiver interesse no processo de imagens em formato HDR, veja este ártigo: O guia definitivo da fotografia HDR

Imagem que mostra uma composição feita com três fotos de uma tampinha de garrafa de cerveja, que foram tiradas usando o bracketing de focagem.

O bracketing de foco é útil em situações com profundidade de campo limitada, como fotografia macro, onde é possível fazer uma série de fotografias com diferentes focagens.

Depois escolher aquelas com a maior parte do objeto bem focalizado, e combinar digitalmente as partes bem focalizadas de várias fotografias.

Este processo exige usar software com função de filtragem, que remove as partes desfocadas de cada exposição. As partes bem focalizadas são então "sobrepostas" ou “fusionadas” em uma nova e unica imagem.

3.5.- Bracketing de balanço de branco

O bracketing de balanço de branco na fotografia digital é uma maneira de lidar com iluminação mista, tirando várias fotos com diferentes ajustes de branco. Geralmente variando entre azuladas e avermelhadas.

Fotografando no formato RAW (se a câmera o suporta), permite alterar o balanço de branco no pós-processado. Também permite revisar diferentes configurações de balanço de branco na própria câmera.

3.6.- Bracketing ISO

O bracketing de ISO é um bracketing de exposição simulada, na qual a velocidade do obturador e abertura do diafragma permanece constante.  

Os níveis de brilho neste caso são alterados apenas, pelo aumento ou diminuição do sinal digital antes da conversão em arquivo de imagem JPEG ou TIFF.

Esse tipo de bracketing se realiza com a câmera no modo manual, mas é fácil de conseguir tirando uma única imagem corretamente exposta em RAW e, compensar a exposição no pós-processamento.

Também é possível aplicar um tipo de bracketing ISO que suporta o ganho do sinal, mantendo um nível constante de brilho na fotografia final.

Neste caso, a compensação do valor da exposição (EV) permanece constante, enquanto aumenta o valor ISO que afetará à:

  • Velocidade do obturador
  • O valor de abertura
  • Ou ambos.

Essa forma de bracketing ISO pode afetar não apenas o ruído da imagem, mas também a profundidade de campo e a desfocagem.

Nem todas as câmeras possuem bracketing ISO automático, portanto, nestes casos se ajusta de forma manual.

4.- Conclusão

Depois explicar que são o Bracketing, os tipos que há suas características e utilidades, é oportuno tirar uma conclusão a modo de resumo.

O Bracketing e suas variantes constituem uma técnica, que oferece ferramentas de grande ajuda ampliando a criatividade e a composição. O uso do Bracketing envolve, portanto, bom senso.

Usando corretamente a técnica do Bracketing, conseguirá imagens que ate agora se “resistiram” a ficar ótimas. Quando esteja planejando fazer suas próximas fotografias, analise bem todos os fatores que há no cenário.

Disponha todo o necessário, câmera, lentes, tripé, flash, bateria adicional, e principalmente tempo. Jamais se precipite querendo acabar rápido. Se pensar assim meu conselho, é melhor não começar. A correria sempre gera péssimos resultados. Fotografia de qualidade exige observar, analisar, e planejar:

  • O local ou cenário
  • Ângulos de visão
  • Brilhos, sombras
  • Que há ao redor do objeto
  • Enquadramentos
  • Como combinar as cores
  • O objeto é estático ou se mexe
  • Distância ate o objeto
  • Vai fazer uma única foto ou uma serie delas
  • Qual o melhor horário, manhã, tarde, noite
  • Luz natural, artificial, combinação das duas
  • Qual das variantes de Bracketing vai usar
  • Que vai focalizar objeto, objeto e frente dele, objeto e traseira dele, tudo
  • Natureza do objeto, pessoa/s, coisa/s, paisagem
  • Tipo de fotografia, retrato, macro, panorâmica, etc.
  • Que deseja transmitir em sua fotografia, isso é muitíssimo importante
  • Etc.

Desfrute do que está fazendo, porque isso é muito importante, aliás, é o melhor estimulante para fazer fotografias impressionantes.

Minha expectativa é que este artigo seja de utilidade para ajudá-lo a melhorar suas fotografias. Qualquer duvida deixe seu comentário que responderei com prazer. Ate o próximo artigo!

Este site usa cookies próprios e de terceiros para recopilar informação estatistíca, e mostrá-lhe publicidade relacionada com sua preferência, gerada a partir das suas pautas de navegação. Caso de continuar navegando, consideramos que aceita esta utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close