Warning: Declaration of TCB_Menu_Walker::walk($elements, $max_depth) should be compatible with Walker::walk($elements, $max_depth, ...$args) in /home/indexcam/public_html/wp-content/plugins/thrive-visual-editor/inc/classes/class-tcb-menu-walker.php on line 0
Tipos de montagens de lentes e câmeras reflex digitais

Tipos de Montagens de Lentes e Câmeras DSLR

By clopezso | Técnicas

Tipos de Montagens de Lentes e Câmeras

Tipos de montagens de lentes e câmeras digitais reflex, são uma “interface”, combinação de mecânica, eletrônica, e ótica.

Também pode ser somente mecânica quando adaptamos lentes com tipos de montagens diferentes, usando adaptadores entre lente e câmera.

Lembro-me da minha primeira reflex SRL analógica, uma Praktica, que usava montagem de rosca M42. Aliás, esta montagem, foi usada pelo fabricante na “Alemanha do Leste”, durante os anos da ocupação soviética. Tinha uma ótica de muita qualidade, e era de manejo totalmente manual.

câmera Praktica, como exemplo de montagem de rosca M4 que precisa adaptador para usar outros tipos de lentes.

Os tipos de montagem utilizam-se, em câmeras que possuem corpos com lentes intercambiáveis. Na era analógica eram as SLR e atualmente as DSLR, câmeras de filmagem, aplicações científicas, e aplicações industriais.

Há tipos de montagens C, Cs ou T, para adaptar outros aparelhos como:

  • Microscópios
  • Telescópios
  • Componentes óticos
  • Componentes modulares usados em laboratórios de ótica
  • Câmeras industriais
  • Etc.

1.- Principais tipos de montagens para lentes e câmeras

Desde que as câmeras fotográficas começaram a ser produzidas industrialmente por diversas marcas, criaram-se inúmeros tipos de montagens. Algumas marcas adotaram o mesmo tipo, e outras criaram os próprios.

Essa tendência tem-se mantido ate nossos dias, e o que é pior, não existe normalização, somente tipos diferentes. Isso por diversos motivos, como são:

  • Concorrência
  • Evitar compatibilidade, mesmo entre lentes e câmeras do mesmo fabricante
  • Impossibilitar que lentes de uma marca encaixem nas câmeras de outra marca
  • Impossibilitar o uso de lentes antigas com câmeras novas do mesmo fabricante
  • Incompatibilidade entre lentes de controle manual e câmeras reflex digitais
  • Outros interesses econômicos para manter o mercado consumista, que beneficia aos fabricantes
  • Evolução da tecnologia por concorrência entre os fabricantes
  • Outras causas do estilo... 

Assim, dentro de este item dos tipos principais de montagens, e de acordo com sua aplicação, vamos considerar os seguintes:

         1.- Tipos de montagens em câmeras para fotografia

         2.- Montagens para filmagem cinematográfica

         3.- Tipos de montagens para aplicações industriais

         4.- Montagem para aplicações científicas

1.1.- Tipos de montagens em lentes e câmeras fotográficas

Na área da fotografia vou considerar às marcas de maior presença no mercado mundial, a fim de não alongar demais o artigo. Assim com o mesmo critério, faço a apresentação em forma de tabela, dos modelos ate a atualidade.

Fabricante

Tipos de montagem

Observações





Canon




(1) RF, (2)  EF, (3) EF-S, (4) EF-M, (5) FD, (6) FL, (7) R

Câmeras:

(1) Full Frame EVIL desde 2018.

(2) SLR e DSLR desde 1987

(3) DSLR com sensor APS-C

(4) EVIL, MILC

(5) SLR fabricação 1971-1987

(6) SLR  fabricação 1964-1971

(7) SLR anteriores 1964

Epson

Leica M


Fujifilm


(1) Fujica X, (2) Nikon F, (3) Fujifilm X

Câmeras:

(1) SLR

(2) DSLR

 (3) EVIL, MILC



Konica Minolta




(1) SR, (2) MC, (3) MD-X600, (4) MD, (5) A

Câmeras:

(1) 1958-1966

(2) 1966-1977

(3) 1983-1998

(4) 1977-2001

(5) Ate fechar a fábrica

Leica

(1) Leica R, (2) Leica M

(1)(2) Câmeras  quatro terços



Nikon


(1) Nikon F

(2) Nikon S

(3) Nikon 1

(4) Nikon Z

Câmeras:

(1) SLR; DSLR

(2) Telemétricas

(3) MILC 1

(4) MILC Z

Olympus

OM

Câmeras quatro terços e Micro quatro terços

Panasonic

(1) Quatro terços (FT), (2) Micro quatro terços (MFT)

Câmeras quatro terços e micro quatro terços

Pentax

(1) Pentax K, (2) Pentax Q

Câmeras fotográficas

Samsung

(1) Pentax K, (2) Samsung NX

Câmeras fotográficas

Sigma

(1) Sigma AS, (2) Pentax K

(2) Com distância focal de flange 1,5mm menor



Sony


(1) Minolta A, (2) Sony E

(1) Herdado da aquisição da Minolta, e também conhecido como Sony A

VEB, Zeiss-Ikon, Dresden, etc.



Rosca M42


Também chamado Rosca Pentax e Rosca Universal

1.2.- Montagens para filmagem cinematográfica

Estes são outros tipos de montagens usados em câmeras de filmagem cinematográfica de 16 mm e outros formatos de filme:

  • Aaton Universal
  • Baioneta Arri
  • Arri PL
  • Arri Standard
  • B4
  • Montagens: BNCR; C; D; CA-1; PV (Panavision); Micro Quatro Terços
  • Montagem Sony E, Sony A

1.3.- Tipos de montagens para aplicações industriais

A seguir outros tipos de montagens usados para aplicações industriais, que também há alguns diferentes dos anteriores:

  • Montagem C
  • Montagem CS; T (rosca); Pentax K; S (rosca M42); Front Plate
  • Nikon F

1.4.- Montagem para aplicações científicas

Na área científica são usados principalmente os dois tipos de montagens seguintes:

  • Montagem C
  • Montagem CS

Todos os tipos de montagens expostos anteriormente são em geral, os de uso mais comum. Existem outros diferentes, más que não vou abordar porque não é a finalidade deste artigo.

Se quiser ampliar a informação, recomendo seguir este link Alphabetical List of Camera Mounts

Perante esta variedade toda de tipos de montagem, é evidente que vão se apresentar inúmeras situações de precisar usar uma lente com montagem “X” em uma câmera com montagem “Y”. No caso vamos precisar “um elemento intermédio” que permita fazer isso. Aqui é onde aparece a necessidade do “hardware” chamado de Adaptador.

2.- Adaptadores para lentes e câmeras

Os adaptadores estão estreitamente relacionados, com os tipos de montagens usados tanto nas câmeras reflex, quanto nas lentes intercambiáveis.

Um adaptador, como seu nome indica, é um elemento que permite adaptar a lente com um tipo de montagem, à câmera com outro tipo de montagem.

Flange de câmera Canon com montagem tipo Ef que para usar lentes com outras montagens, precisa um adaptador

Detalhe montagem Canon EF (flange da câmera e contatos eletrônicos)

Por exemplo, um adaptador permite colocar uma lente com montagem M42 (rosca), em uma câmera Canon 6D com montagem EF.

Este adaptador do exemplo permite usar uma lente com montagem de rosca M42 em uma câmera Canon com montagem EF.

Mas nem tudo são vantagens, se bem que no exemplo, uma lente com montagem M42 é 100% manual, o certo é que na maioria dos casos as lentes terão que ser usadas em modo manual.

Isso porque como dá pra ver na imagem anterior, o adaptador é somente um anel metálico sem mais nada. É realmente uma peça mecânica.

Exemplo de adaptador mecânico, com montagem de rosca M42 para lente, e montagem tipo EF para a câmera

Adaptador com montagens M42 à esquerda e Canon EF à direita, na mesma peça

Por outro lado estes adaptadores às vezes, como no exemplo anterior, são somente peças mecânicas. Mas há adaptadores de diversos tipos como vamos ver:

1.- Somente mecânico

2.- Mecânico com lente corretora

3.- Mecânico com contatos eletrônicos

4.- Com contatos eletrônicos e lente corretora

5.- Com contatos elétricos, autofocagem, estabilizador, apertura, e lente corretora

É importante salientar que em geral, o uso de adaptadores com lentes, pode afetar à qualidade de imagem. Também usar adaptadores, quase sempre elimina os comandos automáticos entre câmera e lente, porque se perdem as conexões elétricas. Porem existe alguns adaptadores que mantém todas as conexões entre câmera e lente, mas costumam ter um preço alto.

2.1.- Adaptador somente mecânico

Este tipo de adaptador é o que está indicado na imagem do item anterior, ou seja, um anel metálico com dois tipos de montagens, correspondentes à lente e à câmera.

Estes adaptadores exclusivamente mecânicos, obrigam a usar a câmera e a lente de forma totalmente manual. Por tanto, isso pode ser um inconveniente para fotógrafos pouco experimentados, mas que com um pouco de prática controlam perfeitamente.

Este tipo de adaptadores é o mais usado, e tem vantagens e inconvenientes:

Vantagens:

  • Quando se aprende a fazer fotografia em modo manual, vai gostar de usá-lo sempre
  • É o tipo de adaptador mais barato e fácil de encontrar para quase todas as câmeras e lentes
  • É forte e resistente e, portanto tem longa duração
  • Não afeta de nenhuma forma à qualidade da imagem
  • Geralmente não afeta ao circulo de imagem do sensor, porque é muito curto
  • Não interfere com o deslocamento linear ao ajustar a focagem da objetiva

Inconvenientes:

  • Elimina qualquer conexão entre lente e câmera, portanto obriga sempre ao controle manual
  • Se a lente tiver estabilizador de imagem, fica inutilizada sua função (não a da câmera)
  • Se a lente tiver a função autofocagem (AF), não poderá usá-la
  • Também elimina a função de autocontrole de abertura de diafragma

2.2.- Adaptadores mecânicos com lente corretora

Existem lentes com montagem que precisa de adaptadores com ótica corretiva de focagem ao infinito para funcionar. Esta ótica é um corretor ótico da distância focal original do conjunto, que resulta modificada pelo comprimento do próprio adaptador.

Se precisar adquirir um destes adaptadores para usar uma lente com tipo de montagem diferente que o da sua câmera, antes de comprá-lo confira que não origina nenhum problema, alem do controle manual.

Estas lentes corretoras geralmente reduzem a (DF) Distância Focal original, em 0,71x(DF)=Distância Focal Equivalente, o que significa aumentar abertura 1 nível. A lente corretora produz perda de qualidade na imagem.

Imagem de um tipo de adaptador mecânico com lente de correção a infinito. Este adaptador é de montagem SR, MD, e MC do lado da lente e do tipo F dolado da câmera.

Exemplo de adaptador de lente Minolta SR; MD; MC para câmera Nikon F (tem lente corretora)

Assim quando não é comprovado minuciosamente, pode aparecer outro problema bastante comum. Ajustando a focagem na objetiva se desloca a parte interna, e esta pode bater com a lente do adaptador. 

Este tipo de adaptadores, não possui nenhuma conexão eletrônica com a câmera e, portanto abrigam a ajustar manualmente à objetiva.

2.3.- Adaptador mecânico com contatos eletrônicos

Há casos em que é necessário usar uma lente de uma marca com (AF) autofocagem, em uma câmera de outra marca. Assim, precisa de um adaptador que permita conexão eletrônica entre a lente e a câmera para aproveitar a autofocagem.

Por exemplo, usar uma lente Canon montagem EF em câmera sem espelho Sony montagem E. Este adaptador permite:

  • Controlar com a câmera a autofocagem (AF) da lente
  • Transmitir controle eletrônico de abertura do diafragma
  • Transmitir controle do estabilizador de imagem da lente
Imagem de um adaptador com conexões eletrônicas para controlar autofocagem, abertura de diafragma, e estabilização de imagem da lente, se a lente tiver essas funções.

Exemplo de adaptador com conexões eletrônicas, que permite os controles antes indicados

Este adaptador não tem lente corretora, portanto não pode apresentar problemas de obstaculizar os movimentos da lente. Este adaptador é de alta qualidade.

2.4.- Adaptador com contatos eletrônicos e lente corretora

Este adaptador é indicado para aproveitar todas as funções eletrônicas das objetivas, porque permite conexão total com a câmera. Portanto, permite que a objetiva seja controlada em modo automático com a câmera, ou seja:

  • Se a objetiva tiver função de estabilização, pode ser controlada perfeitamente
  • Permite controlar a autofocagem (AF) diretamente desde a câmera
  • Da mesma forma permite o controle da abertura do diafragma
  • Garante a focagem ao infinito
Imagem de um adaptador com contatos eletrônicos, e lente de correção de focagem a infinito. Este adaptador permite usar normalmente as funções de autofocagem, abertura de diafragma e estabilização de imagem da objetiva se ela as tiver, diretamente desde a câmera.

Exemplo de adaptador com contatos eletrônicos e lente de focagem a infinito

Mesmo que este adaptador é de alta qualidade, e permite aproveitar as funções da objetiva, pode apresentar o mesmo problema que outros adaptadores com lente corretora.

Também é importante conhecer ao máximo:

  • Qual é a perda de qualidade que origina
  • Quando comprar leve a objetiva e a câmera, e confira que todo funciona sem problemas
  • Saiba qual será a correção de distância focal da câmera, ou seja, 0,71x(DF) ou diferente.

Mesmo que é um adaptador de muita qualidade e caro, não deixa de ser um adaptador com alguns dos problemas já indicados.

2.5.- Adaptador com contatos elétricos, autofocagem, estabilizador, apertura, e lente corretora

O adaptador mais completo é este que tem todos os contatos eletrônicos para controlar todas as funções da objetiva:

  • Permite controlar abertura de diafragma de forma automática desde a câmera
  • Possui lente corretora para focagem ao infinito
  • Também permite controlar a autofocagem diretamente desde a câmera
  • Se a objetiva tiver sistema de estabilização de imagem, se pode controlar desde a câmera
Imagem de um adaptador, para determinado modelo de câmera, que possui contatos eletrônicos, para poder controlar diretamente desde a câmera as funções da lente de autofocagem, abertura do diafragma, controle automático de estabilizador de imagem da lente se ela tiver estas funções. O adaptador possui uma lente corretora que garante a focagem ao infinito.

Exemplo de adaptador com contatos eletrônicos e lente corretora de focagem ao infinito

Da mesma forma que no caso anterior, se tiver que comprar um destes adaptadores, leve câmera e objetiva para testar todo. Assim terá a possibilidade de testar todo e se certificar que este adaptador de muita qualidade e caro, será um bom investimento.

É recomendável que também peça todas as informações de:

  • Qual é a perda de qualidade que origina
  • Quando comprar leve a objetiva e a câmera, e confira que todo funciona sem interferências
  • Saiba qual será a correção de distância focal da câmera: 0,71x(DF) ou diferente.

Portanto, fique com receio porque ante todo, se trata de um adaptador para aproveitar lentes que você tem. Assim ao igual que outro tipo de adaptador, pode apresentar algum problema, por isso é importante conferir tudo.

3.- Conclusão

Os tipos de montagens de lentes e câmeras geram incontáveis dúvidas na hora de usar lentes de alta qualidade de um fabricante, em câmeras de outro fabricante.

Este problema à partida não é difícil de solucionar, porque tanto os fabricantes de câmeras quanto os de lentes, fabricam a “solução”. Quer dizer, eles fabricam adaptadores para suas câmeras e lentes, que permitem adaptar modelos velhos e novos.

Alem da “solução” que oferecem os fabricantes originais, há inúmeros fabricantes destes acessórios mais baratos. Isto possibilita encontrar adaptadores para usar objetivas novas ou antigas de qualquer marca e modelo, em câmeras com outras montagens.

Existe uma ampla oferta de adaptadores, e um mercado de segunda mão, principalmente de lentes. Assim resulta barato encontrar lentes antigas com óticas excelentes, que usadas com controle manual ganham uma nova vida.

Tenho-me esforçado para conseguir que este artigo seja útil, esclareça dúvidas, e tal vez, aportar alguma solução. Se o conteúdo foi útil, agradecerei que o compartilhe com colegas amigos, e nas redes sociais.

Por outro lado se tiver alguma consulta ou alguma dúvida, deixe seu comentário no formulário e terei prazer em responder. Ate o próximo artigo!

Este site usa cookies próprios e de terceiros para recopilar informação estatistíca, e mostrá-lhe publicidade relacionada com sua preferência, gerada a partir das suas pautas de navegação. Caso de continuar navegando, consideramos que aceita esta utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close