Aprender a Observar para Melhorar a Composição

By clopezso | Composição

Observar Mais e Disparar Menos

Você já possui sua câmera, a lente apropriada, conhece as técnicas e, sabe ajustar de forma correta a exposição, porém ainda não aprendeu a observar mais e disparar menos.

Assim, é chegada a hora de organizar uma saída para fazer fotografias espetaculares. Mas, será que você está pronto mesmo?

Pare um instante e pense um pouco, será que você conseguiu assimilar plenamente, detalhes, macetes, e dicas? Ás vezes acontece com os fotógrafos que não observamos com atenção o que temos ao nosso redor seja:

  • Paisagem
  • Ambiente da festa que nos envolve
  • Um bosque
  • Um jardim
  • Etc.

E isso porque temos o olho muito condicionado pelo visor da câmera, de fato, temos o olho metido demais na câmera. Veja este artigo para entender os erros que são cometidos

A sacada imediata é que temos que aprender a observar mais para melhorar a composição. Ou seja, observar mais e disparar menos.

Fotografia do pôr do sol na foz do rio Ebro na Espanha, é um exemplo do que pode melhora uma composição se observar mais e disparar menos.

Pôr do Sol na foz do rio Ebro (Espanha)

Fazer fotografias perfeitas exige aplicar o processo que consiste em executar os passos necessários, tais como:

  • Olhar ao seu redor
  • Como quer que seja a fotografia
  • Planejar a composição

E também criar as idéias: O que precisa, como o precisa, e quando precisa, ou seja,

  • O que precisa ser transmitido
  • Como precisa fazer sua fotografia
  • Quando precisa disparar para captar o quer transmitir

1.- Formato da Fotografia

Dependendo do que desejamos transmitir do objeto ou cenário usaremos um tipo ou outro de formato para a imagem. Para isso temos duas opções:

          1.1.- Formato Horizontal
          1.2.- Formato Vertical

O formato ou enquadramento pode ser determinante para a aparência da sua fotografia, como vamos ver a seguir.

Recomendo dar uma olhada neste artigo: Regras de Composição Fotográfica.

1.1.- Formato Horizontal

A escolha do enquadramento horizontal é adequada quando as formas ou linhas que compõem a cena sejam predominantemente horizontais.

Este enquadramento é o mais normal porque os objetos e o horizonte costumam estar dispostos desta forma.

Fotografia mostrando a fachada principal do prédio La Pedrera, do arquiteto Antoni Gaudí, em Barcelona. É um exemplo de composição adequada por observar mais e disparar menos.

Fachada principal do prédio “La Pedrera” de Antoni Gaudí em Barcelona (Espanha)

Há um porem com a escolha do enquadramento, que é a impressão que você quer transmitir com essa imagem. Também vai depender dos seus gostos e preferências, do que convier a você e o caráter que deseja imprimir à sua fotografia.  

1.2.- Formato Vertical

Como apontado anteriormente, a escolha do enquadramento sempre terá um efeito que marcará o caráter da sua fotografia. A escolha estará determinada pelas possibilidades que ofereçam as linhas principais que compõem o cenário.

Colagem feita com três fotografias de formato vertical, mostrando arquitetura da abóbada, uma vidraça colorida representando atos bíblicos, e detalhes das colunas e arcadas que suportam a estrutura do prédio, da catedral de Sevilha - Espanha. São exemplo de composição fotográfica em formato vertical, aplicando observar mais e disparar menos.

Detalhes arquitetônicos da catedral de Sevilha (Espanha)

Assim, se como acontece nas fotografias acima, houver predominância de linhas verticais, a escolha do enquadramento tem que ser vertical.

2.- Enquadramento e Perspectiva 

No caso de fazer fotografia de prédios, ou fotografia urbana, com detalhes de prédios ou de ruas com agitação de pessoas, é importante a perspectiva para dar sentido à imagem.

Esta colagem de três fotografias das ruas da Cité de Carcassonne na França, mostra a arquitetura da fortificação desta cidade medieval, e a afluência de turistas nas ruas estreitas cheias de lojas de lembranças. Este é outro exemplo de aplicação da observação para melhorar a composição e a escolha do formato vertical para as fotografias.

Imagens das ruas da Cité de Carcassonne na França, cheias de turistas. 

Quando fazemos retratos é importante avaliar com atenção alem do enquadramento, o ponto de visão ou ângulo da focagem. Observar mais e disparar menos.

Isso porque o retrato estará muito afetado pela direção da focagem, quer dizer, variando o ângulo da focagem varia totalmente o aspecto do retrato.

Quando desejarmos que o retrato de uma pessoa transmita a expressão do rosto e dos olhos, a focagem tem que ser perfeitamente horizontal. Focalizar alinhando perfeitamente com os olhos. A altura da câmera é determinante.

Temmos uma colagem feita com três fotografias dos rostos de três mulheres bonitas, que mostram claramente seu estado de ánimo cada uma diferente da outra. À esquerda evidencia sua mágoa, s do centro, reflite sua intriga, e a da esquerda mmostra claramente sua saudade. Estes são exmplos de como observando mais e disparando menos, se consegue captar estas claras expresões no rosto das pessoas.

Eis aqui três exemplos do que transmitem as imagens. À esquerda mágoa, centro intriga, direita saudade

Nos retratos de forma habitual, se procura focalizar a altura dos olhos para conseguir transmitir os sentimentos da pessoa. Isto é indispensável para transmitir a quem observa a fotografia, o que há por trás da imagem.

Volto a insistir em que no caso dos retratos a altura da câmera, em relação ao objeto ou modelo, é muito importante porque pode mudar muito o resultado.

O retrato de uma pessoa, feito desde uma altura baixa em relação à pessoa, transmitirá a perspectiva de pessoa grande e poderosa. Já quando o retrato da mesma pessoa se faz situando a câmera a certa altura sobre ela transmitirá uma perspectiva da pessoa miúda, pequena, mais bem insignificante.

Colagem feita com duas fotografias do mesmo homem, a da esquerda feita com focagem desde cima e da para apreciar um efeito de como se reduz o protagonismo da pessoa, e à direita feita com focagem desde baixo, e ,mostra a pessoa com muita maior importância, e mais poderosa na composição. Estes são exemplos de como afeta à aparência no retrato das pessoas em função da direção e perspectiva da focagem, e da importância de observar mais e disparar menos.

Perspectiva e enquadramento segundo a focagem: À esquerda focagem desde cima e à direita desde baixo

3.- Como Destacar o Protagonista

Quando desejamos dar maior destaque ao protagonista, temos vários recursos para fazê-lo dependendo do que desejamos transmitir ou “contar” a quem vê a fotografia, mas os principais são:

        3.1.- Protagonista ativo
        3.2.- Protagonista estático

Nestes dois casos claramente estou-me referindo a pessoas ou também podem ser animais, porque estou falando das possibilidades de se movimentar ou não.

Basicamente sobre o que é a fotografia e, o que desejarmos transmitir com ela a quem a veja. Observar mais e disparar menos é indispensável para melhorar nossas fotografias.

3.1- Protagonista Ativo

Tem que ser simples e rápido para quem olhar a fotografia, interpretar o sentido que desejamos transmitir. Isso exige que quando o protagonista está fazendo uma atividade, destacar a ele e à atividade, e harmonizar assim a composição.

Esta fotografia mostra um homem jovem, fotografado no final do seu pulo sobre uma valeta no chão de uns 2 metro de largura, e atras dele seu cachorro pastor alemão que foi pego justo iniciando o pulo sobre a mesma valeta. Este é um exemplo de como compor a fotografia de forma que seja transmitida a historia que mostram as imagens, e destacar poderosamente ao protagonista, e equilibrar a composição com o cachorro que harmoniza a composição. é mais um exemplo de aplicação da observação.

O protagonista destaca pela dinâmica do seu pulo e o cachorro complementa a composição

Quer dizer, conseguir um equilíbrio entre todos os elementos que aparecem no cenário, sem que na composição haja nada que destaque mais do que o protagonista. O conjunto deve ficar bem harmonizado.  

Outro recurso é aproveitar a luz intensa do cenário, e conseguir destacar o protagonista, mesmo sem mostrar seus rostos nem outros detalhes.

Esta fotografia mostra uma mulher e uma menina caminhando na praia, e diante da criança uma gaivota que voa baixinho. Esta composição fotográfica está feita com um contraste total, que mostra somente as siluetas dos protagonistas, destacando sobre o fundo brilhante do Sol refletindo sobre o mar. É um exemplo de composição muito simples mas perfeitamente harmonizada.

Os protagonistas, a mulher e a menina destacam no fundo espelhado, entanto a gaivota parece brincar com a criança

Neste exemplo os protagonistas ficam totalmente destacados na composição, pois não há nada que tenha maior influência no cenário. A simplicidade e limpeza da composição é o que harmoniza ela.

3.2.- Protagonista Estático

Para qualquer um que veja a tua fotografia deve ser elementar deduzir sobre o que trata essa imagem. Portanto, se você está fotografando uma pessoa, é necessário doar a essa pessoa um significado especial, convertê-la na verdadeira protagonista.

Esta fotografia mostra dois atores numa posição de dança no cenário do teatro, interpretando O Quixote adaptado ao teatro. Nesta fotografia estão destacando os dois atores sobre o resto do cenário. É um exemplo de como observar atentamente para melhorar a composição da fotografia.

Na imagem destacam os dois atores num instante da obra O Quixote adaptada ao teatro

Esta finalidade se consegue enquadrando-a de forma que não exista nenhum objeto nem coisa alguma que possa desviar a atenção do observador. Fazendo uma composição sem mais nada que a pessoa, sobre um fundo limpo e liso.

A imagem mostra uma colagem feita com duas fotografias de danzarinas de balé clásico, que ficam perfeitamente destacadas sobre o resto do cenário. Ambas foram pegas numa posição espetacular de sua interpretação. Eis aqui outro exemplo de como melhorar a composição observando mais e disparando menos.

Estas fotografias das duas dançarinas as destacam como protagonistas sobre o cenário

Captando com precisão, o estado de concentração e estresse da pessoa em sua atividade, que pode ser um músico, uma dançarina, ou um cantor, etc.

Colagem feita com três fotografias. À esquerda um músico tocando a trompeta em plena concentração, no centro uma cantora plenamente metida em sua interpretação, à direita um músico tocando o clarinete em sua performance. Todos os três estão destacados sobre o cenário, sem mais nada que tire a atenção de quem veja estas fotografias. É outro exemplo de observação para plasmar o instante na composição da fotografia.

As imagens mostrando como ficam destacados os intérpretes sobre os cenários 

Trata-se de encontrar um equilíbrio preciso, onde o papel principal seja desenvolvido pelo personagem, mas sem restar importância ao cenário ao redor. Observar mais e disparar menos faz melhorar suas fotografias.

Esta fotografia mostra um contraste total de um músico que performa o saxofone inspirado pela beleza da pôr do Sol. É uma composição simples e totalmente harmônica. Um exemplo de observação para melhorar a composição da fotografia.

A imagem mostra a beleza do pôr do Sol e a inspiração que provoca no saxofonista

Desta forma quem veja a fotografia consegue entender a “historia” que deseja transmitir para ele, do que faz o protagonista.    

4.- Conclusão

Como indicado no cabeçalho deste artigo, é muito importante aprender a observar e dispara menos para melhorar a composição das nossas fotografias.

É uma forma fácil de melhorar a qualidade, conseguindo que transmita de forma direta, a “história” que sempre há por trás de toda boa fotografia.

A sacada deve ser que é importante observar muito mais e disparar menos, para aproveitar ao máximo todo o que um cenário nos oferece. Agora é sua vez, comece a praticar, observe mais e dispare menos!

Espero que tenha gostado deste artigo, e que ele seja da maior utilidade para você. Caso tenha gostado, ficarei muito grato se você compartilhar este conteúdo com seus colegas, e deixar seu comentário. Até o próximo artigo!  

Este site usa cookies próprios e de terceiros para recopilar informação estatistíca, e mostrá-lhe publicidade relacionada com sua preferência, gerada a partir das suas pautas de navegação. Caso de continuar navegando, consideramos que aceita esta utilização. Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close